top of page
dharma-facebook.jpg

Meditação

Para entender o que é Meditação, primeiro é preciso esclarecer uma coisa importante. Meditação tem dois sentidos. O primeiro é a “técnica” empregada (por exemplo, se concentrar na respiração). O outro sentido é o “estado da mente”, chamado de “Dhyāna”, o sétimo passo descrito por Patañjali nos Yoga Sūtras.

O que mais ouvimos dos alunos é “não consigo meditar porque não consigo parar de pensar”. Ora, mas é isso mesmo! Esse é o papel da mente, produzir pensamentos. Eles são indispensáveis para nossa vida nesse plano. O problema não é sua mente pensar, mas sim você se identificar com os pensamentos!

Um erro comum que as pessoas cometem quando começam a meditar é “esperar que algo aconteça”. As pessoas ficam procurando alguma coisa, alguma sensação quando, na verdade, o que você precisa fazer é simplesmente observar. Com o tempo, você vai perceber como os pensamentos surgem, e vai conseguir deixar que eles simplesmente passem, sem julgamentos, sem se apegar a eles.

 

 

O que diz a Ciência sobre Meditação?

Muitos estudos científicos recentes comprovam que a meditação frequente tem a capacidade de mudar nosso cérebro. Chama-se plasticidade a essa capacidade do cérebro de mudar sua forma e funcionamento a partir da experiência. Então, quando você torna a meditação uma experiência rotineira, seu cérebro

vai se modificando.

Alguns dos aspectos relevantes dessa modificação são:  
Um aumento da massa cinzenta (importante componente do sistema nervoso central, que contém o corpo celular dos neurônios) na região do hipocampo, que é um órgão pequeno situado no centro do cérebro. Ele é uma parte importante do sistema límbico, a região que regula nossas emoções.

O hipocampo é associado principalmente com a memória, em particular memória de longo prazo.

 

A redução da massa cinzenta em regiões como as amígdalas cerebrais, associadas ao mecanismo de luta x fuga, ou seja, às respostas emocionais ao que acontece ao nosso redor. 
A meditação aumenta, assim, nossa capacidade de reagir com mais equilíbrio aos estímulos que 
podem nos estressar, causar medo e ansiedade.

PRÁTICA DE MEDITAÇÃO PRESENCIAL: SEXTAS, DAS 7:00 ÀS 7:25

E O MINDFULNESS?

Todo Mindfulness é uma forma de Meditação, mas nem toda Meditação é Mindfulness.

 

Mindfulness é uma prática de atenção plena que envolve estar consciente do momento presente, sem julgamento ou apego aos pensamentos, sensações e emoções que surgem. É uma forma de cultivar uma consciência plena do que está acontecendo interna e externamente, aumentando a capacidade de resposta consciente em vez de reagir automaticamente. Embora tenha se originado da tradição Budista (de observar os pensamentos, emoções e sensações sem julgamento e com compaixão), a prática é totalmente secular, sem qualquer viés religioso e utiliza recursos e conhecimentos da neurociência e da psicologia ocidentais.

Existem diferentes tipos de práticas de Mindfulness, cada um com suas abordagens e objetivos específicos.  Aqui estão alguns dos principais protocolos:

MBSR (Mindfulness Based Stress Reduction) – Modelo desenvolvido por Jon Kabat-Zinn na década de 1980 na Universidade de Massachusetts como um protocolo de intervenção clínica para pessoas que possuíam doenças crônicas. Foi o primeiro protocolo de Mindfulness aceito pela ciência, e embora seja baseado na meditação budista, é uma prática totalmente laica.

 

MBCT (Mindfulness Based Cognitive Terapy) – Protocolo desenvolvido por Mark Williams (e outros), professor de Psicologia Clínica da Universidade de Oxford. Originalmente, a técnica foi criada para combater a depressão, mas outros benefícios têm sido reconhecidos.

 

Modelo Neurocognitivo de Mindulness (BMT) – Desenvolvido pela neurocientista Tamara Russel, PhD, Honorary Lecturer at Institute of Psychiatry, Psychology & Neuroscience at King's College London. É um treinamento de mindfulness baseado no corpo que permite que os indivíduos se sintonizem com as reações e respostas corporais, aumentando a conscientização sobre seus hábitos mentais e como lidar com eles.

 

No Dharma Bhūmi, adotamos o protocolo do Modelo Neurocognitivo (BMT) que, associado à prática de Yoga (que também usa o corpo, mas é voltado para a mente), proporciona uma maior compreensão do funcionamento da mente e de como lidar com seus desafios diários de maneira consciente, e não apenas com padrões de resposta automáticos.

Para saber mais, envie uma mensagem para (21) 97008-5889 (WhatsApp).

meditação.jpg

Atividades

yoga site.jpg

Yoga

O Yoga é uma prática milenar, que atua em todas as dimensões do ser humano: física,
mental e espiritual - promovendo saúde do corpo e da mente.

Saiba mais

VEDANTA.jpeg

Vedānta

É a parte da tradição que lida com o autoconhecimento e as questões fundamentais da vida: Quem somos? O que fazemos aqui? Qual a natureza da realidade?
Saiba mais

MEDITACAO.png

Meditação

Parte do Yoga, a meditação nos permite observar pensamentos e emoções, e a cultivar
silêncio, atitudes positivas e resiliência diante dos desafios da vida.

Saiba mais

CURSOS_edited.jpg

Cursos

Estudar os textos da Tradição permite compreender conceitos fundamentais para levar a prática para nosso dia a dia, e assim conquistar uma vida mais plena e feliz.
Saiba mais

eventos_edited.jpg

Eventos

Além do Yoga na Praia, realizamos workshops, retiros e outras atividades para levar o Yoga até você, nas empresas, escolas ou comunidade.
Saiba mais

bottom of page